Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Economia do Rio

Workshop na Casa Firjan discute os desafios do emprego no estado

Com a metodologia de design thinking, desenvolvida pela Casa Firjan, as ideias geradas em seminário foram organizadas para se tornarem ações

Com a metodologia de design thinking, desenvolvida pela Casa Firjan, as ideias geradas em seminário foram organizadas para se tornarem açõesFoto: Divulgação/Rafael Wallace

07/06/19 10:03  -  Atualizado em  07/06/19 10:20

A Casa Firjan foi escolhida como palco do workshop “Desafios do emprego no estado do Rio”, realizado em 03/06. O evento reuniu empresários, representantes do Sistema S, de universidades, dos poderes Executivo e Legislativo e de diversas entidades para elaboração de uma agenda conjunta de ações para estimular o desenvolvimento econômico do estado do Rio, gerando oportunidades de emprego e atraindo novos negócios. 

O workshop foi um desdobramento dos quatro painéis do seminário “Desafios do emprego no estado do Rio”, promovido pelo Fórum de Desenvolvimento da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), em parceria com a Secretaria de estado de Desenvolvimento Econômico, em abril e maio deste ano. Com a metodologia de design thinking centrada no usuário, desenvolvida pela Casa Firjan, as ideias geradas no seminário foram organizadas para efetivamente se tornarem ações.

Um dos seis desafios para o estado pensados no workshop é a criação de um Observatório Profissional – espaço onde as empresas apresentariam suas demandas à Firjan, que, por sua vez, elaboraria estudos de mercado e ofertas de cursos para atendê-las.

Jonathas Goulart, gerente de Estudos Econômicos da Firjan, falou sobre a necessidade de conclusão do processo de convalidação dos incentivos fiscais para atrair novos investimentos. “É através da convalidação que daremos segurança jurídica para as empresas. É crucial discutir isso e compartilhar com outros atores os estudos econômicos da Firjan e o que a federação tem vislumbrado como alternativa para a crise econômica”.

Por sua vez, Geiza Rocha, subsecretária-geral do Fórum de Desenvolvimento do Rio, ressaltou que é preciso capacitar a população, mesmo com muitas vagas se fechando: “É necessário requalificar os trabalhadores para que encontrem outras formas de empreender. Nosso objetivo é pensar, em conjunto, em um novo ambiente de negócios no Rio.

Já Alexandre dos Reis, diretor executivo da Firjan SESI SENAI, ressaltou a importância do empreendedorismo e da inovação como caminhos para solucionar o desemprego. “A qualificação, a requalificação, os estudos dos APLs e, principalmente, a inovação e o empreendedorismo são elementos fundamentais para mudar esse cenário de crise. Não vamos resolver o desemprego com os mesmos empregos, porque o perfil do trabalhador está mudando”, analisou.

Outra proposta discutida no workshop inclui a construção de um ambiente de apoio ao empreendedorismo, articulado entre as universidades e a população. “As universidades têm um pensamento muito voltado para publicações. É preciso mudar esse mindset para fomentar uma rede integrada de ações e oportunidades que permita um ambiente de formação de empresas nas universidades”, argumentou Diogo Oliveira, chefe do Rio Criativo.

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida