Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Cultura / Qualidade de Vida

Projeto da Firjan SESI promove apresentações de orquestras nas empresas

O projeto cultural da Firjan SESI, Música na Indústria, é direcionado aos trabalhadores fluminenses e promove apresentações de orquestras nas empresas.

O projeto cultural da Firjan SESI, Música na Indústria, é direcionado aos trabalhadores fluminenses e promove apresentações de orquestras nas empresas.Foto: Vinicius Magalhães

11/03/19 12:28  -  Atualizado em  11/03/19 12:55

A orquestra Maré do Amanhã empolgou os colaboradores da empresa Serede, em Vila Isabel, no Dia Internacional da Mulher (08/03). A iniciativa foi a primeira do projeto cultural Música na Indústria, da Firjan SESI, direcionado aos trabalhadores fluminenses. A proposta é realizar mais 24 apresentações nas empresas ao longo de 2019, sendo cinco para cada regional do estado do Rio.

“Quando soubemos do projeto, sabíamos que precisávamos participar. Esse projeto traz qualidade de vida, bem-estar e senso de pertencimento na Serede”, conta Roseli Mendonça, coordenadora de Saúde Ocupacional da companhia. De acordo com ela, a data foi escolhida exatamente para homenagear as colaboradoras da empresa e criar um ambiente descontraído.

 “Foi um verdadeiro presente para o Dia das Mulheres” - Ana Carolina Monteiro, analista de Treinamento e Desenvolvimento da Serede

Ana Carolina Monteiro, analista de Treinamento e Desenvolvimento da Serede, comprova a ideia de Roseli. “A apresentação ajudou a aliviar o estresse e dar novo ânimo para continuar a rotina, além de nos mostrar que somos valorizadas. Foi um verdadeiro presente para o Dia das Mulheres”, pondera. Thiago Aquino, especialista de Recursos Humanos, concorda: “Além de ser relaxante, acaba unindo os colaboradores pelo momento de descontração”.

Ação social

Além de qualidade de vida para os trabalhadores, o projeto Música na Indústria promove o acesso à arte e à cultura no ambiente corporativo, contribuindo para disseminar o trabalho de orquestras formadas por jovens de comunidades. “Escolhemos a linguagem da música porque ela é universal e emociona. O projeto tem grande potencial social, artístico e empresarial”, explica Luciene Rocha, analista cultural da Firjan SESI.

Com duração de quase 60 minutos, o repertório da Orquestra Maré do Amanhã contou com 12 músicas, entre canções populares e eruditas.  “Fiquei surpresa com a recepção do público, que ficou animado do início ao fim. É muito gratificante mostrar nosso trabalho para novas pessoas”, conta Isadora Barbosa, que toca violoncelo no grupo.

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida