Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Qualidade de Vida / Cultura/ Firjan

Parceria entre Firjan SESI e GE Celma, projeto Estrela do Amanhã completa 15 anos com apresentação cultural

Alunos das oficinas apresentaram histórias do folclore brasileiro de norte a sul do País

Alunos das oficinas apresentaram histórias do folclore brasileiro de norte a sul do PaísFoto: Helio Melo

21/11/19 11:38  -  Atualizado em  21/11/19 12:39

Criado em 2004 por iniciativa de um grupo de colaboradores voluntários da GE Celma, o projeto Estrela do Amanhã completa 15 anos em 2019. A iniciativa pensada para ser um ponto de disseminação e reflexão da cultura e da arte em uma comunidade vizinha à empresa no Bingen, em Petrópolis, cresceu e se multiplicou para atender crianças e jovens de diversas localidades do município.

Para comemorar mais um ano de atividades, cerca de 130 integrantes do projeto participaram da Mostra Cultural e encenaram contos do folclore brasileiro através do espetáculo “Os Bois do Brasil”. A proposta foi reunir diversas histórias que permeiam a cultura popular brasileira de norte a sul do país de forma lúdica e alegre, como o Boi Bumbá de Parintis e o Bumba Meu Boi do Maranhão, entre outros. O evento foi realizado em 19/11, no teatro da Faculdade Artur Sá Earp, em Petrópolis.

O evento marca o auge do processo de aprendizado de todo o conteúdo passado aos jovens ao longo do ano. Assim, crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social são estimulados no aprendizado e na reflexão da cultura, arte e cidadania através das oficinas de contação de histórias, capoeira, dança e teatro.

Desde 2009, o Estrela do Amanhã é desenvolvido pela Firjan SESI com patrocínio da GE Celma através da Lei de Incentivo Federal à Cultura (Lei Rouanet). De lá para cá, o projeto expandiu sua atuação proporcionando conhecimento e qualidade de vida a centenas de jovens petropolitanos, que já somam mais de 2 mil pessoas atendidas.

O projeto que já tinha núcleos de atuação na comunidade Fazenda Inglesa; no Caxambú (Associação Espaço Educativo São Charbel) e na Comunidade Oswaldo Cruz (ONG projeto C3) ganhou uma parceria com a Secretaria de Educação de Petrópolis, em 2017, possibilitando que outras comunidades também fossem beneficiadas: Castelânea (Escola Municipal Robert Kennedy); E.M. Salvador Kling (Mosela) e Alto da Serra (E.M. Ver. José Fernandes da Silva).

A iniciativa tem como objetivo oferecer aos jovens a oportunidade de praticar e desenvolver habilidades intelectuais, sociais e psicomotoras, além de resgatar a cultura brasileira contribuindo para uma melhor perspectiva na qualidade de vida dos participantes e provocando um elo de ligação com a comunidade e famílias.

“É uma felicidade muito grande poder ver o Estrela do Amanhã completando 15 anos. Temos um carinho muito grande por esse projeto que nasceu de uma iniciativa voluntária de um grupo de funcionários e vem ajudando a transformar a vida de centenas de crianças e adolescentes através da arte.  Que estes sejam apenas os primeiros 15 anos do Estrela do Amanhã” destacou o presidente da GE Celma, Julio Talon.

Rita Valente, analista de Responsabilidade Social da Firjan, lembra que projetos como o Estrela do Amanhã possibilitam que as empresas realizarem seu investimento social como forma de diálogo com a comunidade em que estão inseridas “As empresas perceberam que podem contribuir para o desenvolvimento dos bairros e das cidades onde estão instaladas, através de projetos culturais que envolvam a comunidade e familiares de funcionários. O Estrela do Amanhã utiliza a arte como ferramenta de transformação social promovendo o acesso à cultura para crianças, jovens e adultos de diversas comunidades de Petrópolis”, disse.

Confira as fotos

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida