Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Educação / Qualidade de Vida/ Firjan

Niterói ganha projeto de inclusão produtiva

Aula inaugural do projeto Niterói Jovem EcoSocial, na Sala Nelson Pereira dos Santos

Aula inaugural do projeto Niterói Jovem EcoSocial, na Sala Nelson Pereira dos SantosFoto: Paulo Filgueiras

14/10/19 17:53  -  Atualizado em  14/10/19 18:05

Uma parceria entre a Firjan SENAI SESI e a Prefeitura de Niterói está oferecendo uma nova oportunidade de acesso ao mercado de trabalho para 400 jovens de 11 comunidades do município. O Projeto Niterói Jovem EcoSocial quer promover a inclusão social e econômica de jovens em situação de vulnerabilidade social, por meio de educação, profissionalização e práticas em projetos ambientais.

As atividades envolvem público de todos os gêneros, com idade entre 16 e 24 anos, moradores dos morros do Preventório, do Holofote, do Cavalão, do Céu, do Arroz, do Estado, Vila Ipiranga, Vital Brazil, Souza Soares, Santo Inácio e São José. Eles receberão uma bolsa auxílio no valor de R$ 750 mensais, além de vale transporte e lanche nos dias de aula. Entre os objetivos da iniciativa estão a oportunidade de capacitação técnica profissionalizante, elevando o potencial de empregabilidade dos participantes, a recuperação de ecossistemas, além do aprimoramento das competências pessoais dos participantes.

“É um projeto singular, pois aborda a profissionalização e trata da questão social e da preservação ambiental. Cria oportunidades para o cidadão, estimula a criatividade, incentiva a formação de novos empreendedores”, afirmou Luiz Césio Caetano, presidente da Firjan Leste Fluminense, durante a aula inaugural do projeto nesta segunda-feira, dia 14/10.

O prefeito Rodrigo Neves antecipou que já encomendou uma segunda turma destinada ao mesmo público-alvo. “Serão R$ 14 milhões aplicados neste projeto piloto. É um investimento que irá proporcionar uma mudança de vida individual, mas também das famílias e das comunidades contempladas”, disse.

O projeto é composto de dois eixos principais: qualificação profissional e atividade de campo. Para isso, os jovens participarão de um curso ministrado pela Firjan SENAI no contraturno escolar e atuarão em ações do poder público em áreas como reflorestamento, manutenção de recursos hídricos, ações preventivas a queimadas, de Defesa Civil e atividades visando à manutenção e à sinalização de trilhas.

No âmbito da Prefeitura de Niterói, a iniciativa integra um dos eixos do Pacto Niterói Contra a Violência. Trata-se de um Plano Municipal de Segurança Pública, que prevê investimento de R$ 304 milhões em 18 projetos de prevenção, policiamento e justiça, convivência e engajamento dos cidadãos e ação territorial integrada até 2020.

Também participaram do evento o diretor executivo de Operações da Firjan, Alexandre dos Reis, secretários e servidores municipais, deputados estaduais, além de colaboradores e gestores da Firjan.

Quem participa?

Aluno matriculado e/ou cursando o ensino regular ou EJA (Educação de Jovens e Adultos); oriundo da escola pública e/ou bolsista integral de escolas privadas; com ensino médio concluído em escola pública ou com bolsa integral em escola privada.

Cursos oferecidos

Os cursos serão ministrados durante 17 meses e certificados pela Firjan SENAI Niterói nas seguintes áreas: eletricista de automóveis; mecânico de motocicletas; mecânico de motores Ciclo Otto; auxiliar de padaria e confeitaria; auxiliar de cozinha; pizzaiolo; instalador hidráulico residencial; assistente administrativo; montador e reparador de computadores; costureiro industrial de vestuário; confeccionador de bolsas em tecidos.

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida