Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Infraestrutura / Competitividade

Insegurança pública e infraestrutura impactam setor mobiliário

06/09/19 18:16  -  Atualizado em  06/09/19 18:23

O setor moveleiro norte fluminense também foi representado na reunião setorial com o governador Wilson Witzel, realizada em agosto, na Firjan. Na agenda, demandas relativas à infraestrutura e falta de segurança pública, temas que permeiam toda a indústria do estado. Na região Norte, uma das reivindicações diz respeito ao reforço da segurança na BR 101, no trecho Niterói-Manilha.

“As empresas vêm sofrendo com assaltos e roubos de carros. A segurança dos trabalhadores está comprometida. Por isso, pedimos atenção e reforço do governador na rodovia”, destacou Fernando Aguiar, presidente do Sindicato da Indústria do Mobiliário de Campos dos Goytacazes (Sindimob) e da Firjan Norte Fluminense, que esteve no encontro representando também empresários dos setores metalmecânico, construção civil, cerâmica e cana-de-açúcar.

Já na área de infraestrutura, Aguiar pleiteou a retomada das obras da Ponte da Integração – que irá ligar os municípios de São João da Barra e São Francisco de Itabapoana – e a construção da rodovia RJ 244. “A RJ 244 é essencial para facilitar o acesso das empresas ao Porto do Açu. E a conclusão das obras da Ponte da Integração irá contribuir para o desenvolvimento econômico do Norte Fluminense, promovendo a melhoria do escoamento da produção agrícola”, explicou.

Aguiar também levou para a pauta da reunião a carência de financiamento para o setor sulcroacoleiro, que perde em competitividade por conta dos incentivos que o estado de São Paulo destina ao segmento. “É um pleito dos produtores de cana-de-açúcar da região, que o governo se comprometeu a estudar. Só com um crédito específico será possível competir com São Paulo em pé de igualdade”, argumentou.

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida