Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Educação / Firjan

Firjan SENAI SESI Tijuca entrega novo Centro de Referência em Alimentos, Bebidas e Panificação

O Centro de Referência em Alimentos, Bebidas e Panificação da Firjan SENAI SESI Tijuca tem a expectativa de qualificar cerca de 800 pessoas por ano para o mercado de trabalho.

O Centro de Referência em Alimentos, Bebidas e Panificação da Firjan SENAI SESI Tijuca tem a expectativa de qualificar cerca de 800 pessoas por ano para o mercado de trabalho.Foto: Vinícius Magalhães

Tempo médio de leitura: ...calculando.

Publicado em 10/12/20 17:26  -  Atualizado em  11/12/20 18:25

O estado do Rio ganhou nesta quinta-feira, 10/12, um centro de referência inovador e disseminador de conhecimento e educação para o futuro do trabalho. Em uma área de cerca de 2 mil m2, o Centro de Referência em Alimentos, Bebidas e Panificação da Firjan SENAI SESI Tijuca conta com 7 plantas piloto, 3 laboratórios e 9 salas de aula. O projeto é capaz de atender simultaneamente, por turno, até nove turmas e 190 alunos, ou seja, quase 600 alunos por dia, e tem a expectativa de qualificar cerca de 800 pessoas por ano para o mercado de trabalho. No portfólio tem 21 cursos, sendo 40% totalmente novos.

Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, presidente da Firjan, disse que o espaço foi todo remodelado para atender às demandas do setor com foco na Indústria 4.0. "O setor tem passado por constantes transformações, fruto de um consumidor mais exigente e ávido por novidades. O que tem levado as empresas a demandarem profissionais com uma visão ampla do mercado e a aumentarem a produtividade. O Centro de Referência, com soluções integradas, portfólio inovador e equipe especializada, é uma entrega relevante para as indústrias do estado do Rio e para toda a sociedade”, disse Gouvêa Vieira.

O setor de Bebidas do Centro de Referência ganhou o nome de Armando Salgado, presidente do Sindicato da Indústria de Bebidas em Geral do Rio de Janeiro, empresário que se dedica ao ramo há mais de 65 anos. “É uma honra marcar a inauguração desse grandioso projeto e poder contribuir para que os trabalhadores tenham acesso à educação profissional de qualidade, pois sabemos que a falta de capacitação prejudica as indústrias”, agradeceu Salgado.

 

Capturar26a.jpg
Na live de inauguração do Centro de Referência, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira anunciou que o setor de Bebidas ganhou o nome do empresário Armando Salgado, que se dedica ao ramo há mais de 65 anos. Foto: Paula Johas.

 

Com uma série de novidades e equipamentos de última geração, entre eles uma impressora 3D para alimentos, capaz de imprimir alimentos pastosos e construir esculturas, como as de chocolate, o novo Centro de Referência em Alimentos, Bebidas e Panificação amplia a oferta de capacitações voltadas ao segmento. No local, serão oferecidos cursos técnicos em Cervejaria, Alimentos e em Confeitaria, curso de qualificação em Padeiro, Confeiteiro, Pizzaiolo, Operador de Processos na Indústria de Alimentos e Bebidas, além de cursos de aperfeiçoamento nas áreas de Panificação, Confeitaria, Massas, Laticínios e Sorvetes, Cervejas, destilados e Bebidas não Alcoólicas.

“Nessa mini-indústria, os alunos terão a oportunidade de conhecer a cadeia completa de uma produção em vários segmentos, além de desenvolver e testar produtos, que já saem com avaliação de qualidade da Firjan SENAI. Os empresários e suas equipes também poderão usufruir do espaço com tecnologia de última geração. Desta forma, as instalações podem ser a base de parcerias e experiências”, frisou o presidente da Firjan.

Para Regina Malta, gerente geral de Educação da Firjan SENAI SESI, a inauguração do novo Centro de Referência reflete o reposicionamento da instituição na oferta dos cursos. "Estamos em sintonia com as tendências mais atuais desse segmento de grande relevância na indústria e na vida social. É uma enorme realização capaz de contribuir efetivamente para o desenvolvimento do setor no estado do Rio de Janeiro".

Este ano, a unidade também ganhou um espaço exclusivo para as turmas de Educação Básica articulada com a Educação Profissional (EBEP). Iniciadas em fevereiro, as aulas do local foram remodeladas durante a pandemia do novo coronavírus e adaptadas para o formato on-line nos meses seguintes.

Leia mais sobre a mesa de debate, que abordou “o presente e o futuro da indústria de produtos alimentares e bebidas”.

 

Confira as fotos

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida