Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Competitividade

Firjan SENAI abre inscrições para Programa Brasil Mais, que visa melhorar produtividade das empresas

Tempo médio de leitura: ...calculando.

Publicado em 15/09/21 21:27  -  Atualizado em  15/09/21 21:40

Para aumentar a produtividade, a eficiência e a competitividade das indústrias do estado, a Firjan SENAI iniciará em setembro os atendimentos às empresas do Rio de Janeiro no âmbito do Programa Brasil Mais. “É uma importante ação em prol da retomada do crescimento do estado e responde ao compromisso de apoiar todo o processo produtivo das empresas. Traz uma base importante para a indústria identificar onde precisa investir e desenvolver a inovação”, conta Carla Giordano, gerente regional de Pesquisas e Serviços de Tecnologia da Firjan.

O público-alvo são pequenas e médias indústrias de qualquer setor e o custo é de R$ 2.400 por empresa. Nesta primeira fase, o programa dará ênfase à metodologia de manufatura enxuta (lean manufactoring), por meio de mentorias de colaboradores e consultorias.

É uma importante ação em prol da retomada do crescimento do estado e responde ao compromisso de apoiar todo o processo produtivo das empresas -  Carla Giordano, gerente regional de Pesquisas e Serviços de Tecnologia

Criado pelo governo federal, o Brasil Mais é executado pelo SENAI e Sebrae desde 2020. No Rio, devido à pandemia, vai começar neste semestre. “Como prevê uma imersão na empresa, a Firjan SENAI optou por adiar seu início para agora, com a melhoria dos índices de Covid-19”, explica Carla.

O atendimento consiste em uma mentoria envolvendo de um a três colaboradores por indústria, seguida de consultorias in loco nas empresas contratantes. Para assegurar os resultados e as expectativas sobre o programa, será medida a produtividade de linhas de produção ao início e ao término dos atendimentos, além da observação de ganhos diretos no desempenho da indústria quanto a otimização de espaço e do fluxo de pessoas.

A metodologia inova ainda na forma de transferir todo o conhecimento necessário, usando, por exemplo, a gameficação nas etapas de mentoria, para melhor absorção dos conceitos através de um jogo de tabuleiro.

O Programa Brasil Mais é, na verdade, uma remodelagem do Programa Brasil Mais Produtivo, que, ao longo de 2018/2019, oferecia atendimentos 100% de consultoria nas empresas. “Funcionou como uma espécie de piloto, a partir do qual o governo federal desenvolveu o Brasil Mais. Três mil indústrias em todo o Brasil participaram do primeiro programa. No estado do Rio, foram 60 do setor de alimentos e bebidas, que atingiram índice médio de ganho de produtividade acima de 60%”, relembra Carla.

A Sal Cisne, em Cabo Frio, participou do Brasil Mais Produtivo em 2019. Jose Augusto Cardoso, diretor Industrial, contou que foi feito um trabalho na área de sais especiais, que tem grande uso de mão de obra. “O objetivo era otimizar os recursos. Após análise, identificamos e corrigimos gargalos que geraram aumento da produtividade em mais de 30%”. O projeto seguiu para outras áreas, com introdução de novas ferramentas de gestão. Hoje é feito um monitoramento dos resultados, que visam ganho de eficiência e redução de custeio.

Para se inscrever, acesse o site Brasilmais.economia.gov.br

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida