Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Economia / Competitividade

Firjan apresenta editais para empresas investirem em inovação

Alexandre dos Reis, diretor da Firjan SENAI SESI, disse que não há desenvolvimento sem inovação.

Alexandre dos Reis, diretor da Firjan SENAI SESI, disse que não há desenvolvimento sem inovação.Foto: Fabiano Veneza

23/10/19 12:52  -  Atualizado em  23/10/19 12:57

A Firjan reuniu empresas interessadas em desenvolver projetos inovadores com o apoio de duas grandes oportunidades de financiamento: o Edital de Inovação para a Indústria, do SENAI; e o Edital Faperj AgeRio. O evento “Recursos de inovação para sua empresa”, na Casa Firjan, em 21/10, abordou e detalhou as regras dos programas, além de demonstrar como a Firjan pode auxiliar os interessados a executarem suas ideias.

A Firjan é parceira das empresas na captação de recursos e acesso aos editais, prestando apoio tecnológico, por meio de seus institutos, e apoio operacional na escrita dos projetos.

“Não existe desenvolvimento sem inovação aplicada. Nossa proposta nesse evento é entregar as melhores condições disponíveis para uma pesquisa aplicada. Temos produtos para grandes, médias e pequenas empresas. Inovar não é fácil, mas é possível com os canais e parceiros certos”, destacou Alexandre dos Reis, diretor da Firjan SENAI SESI.

Com inscrições abertas desde setembro, o novo ciclo 2019-2020 do Edital de Inovação para a Indústria traz a categoria Aliança Industrial. “A proposta é reunir grupos de empresas que irão compartilhar os riscos financeiro e tecnológico”, explicou Wilker Bastezini, especialista em Desenvolvimento Industrial do SENAI Nacional.

A Aliança Industrial deverá ser composta por, no mínimo, duas empresas, um Instituto SENAI de Inovação ou um Instituto SENAI de Tecnologia. Também podem compor a categoria instituições de ciência de tecnologia (ICT), universidades, startups e outros agentes financeiros.

Outra nova categoria é a Aliança + Produtiva, destinada a empresas participantes do Brasil Mais Produtivo, programa do governo federal que visa elevar a produtividade de processos industriais. A iniciativa do SENAI tem o objetivo de incentivar essas companhias a seguir em busca de outras formas de aumentar a sua produtividade.

Recursos a fundo perdido

Em pré-lançamento, o Programa de Apoio à Inovação em Micro, Pequenas e Médias Empresas no Estado do Rio de Janeiro InovAÇÃO RIO – 2019 é fruto de parceria entre a Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) e a Agência Estadual de Fomento do Rio de Janeiro (AgeRio). Serão destinados R$ 30 milhões para os projetos.

“Trata-se de uma iniciativa inédita, que une subvenção econômica com uma linha de crédito. O Rio é um dos grandes polos de produção de conhecimento do país, e aceitamos o desafio de juntar a cultura da ciência com a cultura empresarial. Espero que essa proposta se propague para o resto do país”, ressaltou Jerson Lima, presidente da Faperj.

Alexandre Rodrigues, presidente da AgeRio, ressaltou que a inovação é fator crucial para o aumento da competitividade e o desenvolvimento sustentável das empresas e da economia. “Inovação significa prosperidade. Queremos disseminar essa mensagem”, disse.

O programa combina recursos provenientes da Faperj com recursos da AgeRio, estimulando a criação de áreas de pesquisa, desenvolvimento e inovação em micro, pequenas e médias empresas, visando novos produtos, processos, modelos de gestão e marketing. As empresas devem ser constituídas há pelo menos dois anos. Os pedidos de até R$ 200 mil serão subvencionados pela Faperj, enquanto os demais contarão com até 50% a fundo perdido e o restante financiado pela AgeRio.

“A inovação move a economia, gerando emprego e renda. No contexto da atual crise fiscal, ter um programa como esse é fundamental. É o momento oportuno para os empreendedores trazerem seus bons projetos”, frisou Newton Hamatsu, superintendente de Inovação da Finep.

Apoio da Firjan

A Firjan faz parceria com as empresas para captação de recursos e acesso aos editais, prestando vários tipos de apoio. Os Institutos SENAI de Inovação e de Tecnologia são voltados para aumentar a competitividade das empresas, através da realização de pesquisa aplicada, oferecendo ampla infraestrutura.

“Nosso papel é trabalhar para encontrar respostas e soluções customizadas às demandas colocadas pelas empresas. A Firjan oferece todo o ambiente necessário para promover essa conexão entre entidades governamentais e agências de fomento”, destacou Paulo Furio, gerente de Tecnologia e Inovação dos Institutos SENAI de Tecnologia Ambiental e de Inovação em Química Verde.

Já Tami Vivas, coordenadora de Desenvolvimento de Negócios da federação, explicou o trabalho da Divisão de Captação de Recursos da Firjan. “Nossa razão de existir é fornecer apoio para que as empresas tenham acesso aos recursos disponíveis e possam tirar as ideias do papel”, afirmou.

Edilson Mello, diretor da Chaco Vaco, empresa especializada em coleta de resíduo urbano e madeira, está otimista com as perspectivas apresentadas pelos editais. “Temos a ideia de lançar um produto em breve e vamos estudar os editais para que possamos desenvolver nosso projeto da melhor forma e com a assistência da Firjan”.

Para saber mais, entre em contato com a Firjan. Acesse aqui ou ligue: (21) 99605-7286

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida