Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Firjan

Festival destaca produtores locais e transforma Nova Friburgo em capital do pão

O chef francês Olivier Anquier põe a mão na massa para falar sobre fermentação natural

O chef francês Olivier Anquier põe a mão na massa para falar sobre fermentação naturalFoto: Carlos Maffort

15/10/19 23:41  -  Atualizado em  15/10/19 23:56

Durante três dias Nova Friburgo foi a capital do pão. O alimento mais antigo da história foi o ponto central de um evento que reuniu milhares de visitantes, chefs mundialmente conhecidos e produtores locais para uma grande celebração. Após dez anos da última edição, o Festival do Pão e Sabores reuniu mais de 2 mil pessoas que participaram das oficinas e palestras gratuitas, feira com produtores artesanais locais, apresentação culturais e fizeram a degustação dos quitutes fabricados pelos panificadores friburguenses.

O evento foi realizado pelo Sindanf – Sindicato das Indústrias de Alimentação de Nova Friburgo em parceria com Sebrae/RJ e Firjan e marcou o Dia Mundial do Pão comemorado em 16 de outubro.

O presidente do Sindanf, Paulo Cezar Rodrigues comemorou a grandeza do evento que valorizou o trabalho dos produtores da região. “Alcançamos o objetivo de valorizar os produtos e os fabricantes locais. Os visitantes puderam conhecer mais sobre diversas variedades do alimento e das nossas cervejas e, comprovarem a qualidade do que é feito aqui”, garantiu Rodrigues.

O chef francês Olivier Anquier foi a grande estrela do evento. Mais de 500 pessoas lotaram o Teatro Municipal Laércio Rangel Ventura para assistir o apresentador de TV e jurado de reality shows de gastronomia colocar a mão na massa e falar sobre fermentação natural. Além dele, nomes como Philippe Brye e Philippe Lanié, professores da famosa escola de gastronomia em parisiense, Le Cordon Bleu; o chef uruguaio Juan Bertoni; o melhor confeiteiro do mundo em 2016, o brasileiro Luiz Farias; a chef de celebridades especializada em alimentação natural, Lorena Abreu; e o chef pâtisserie que representou o Brasil na Copa do Mundo de La Boulangerie Eduardo Beltrame estavam no grupo de vinte palestrantes que realizaram oficinas sobre novidades e tendências na produção de pães, bolos e confeitaria, além de dicas e informações sobre vendas e marketing.

Na abertura da programação, uma cerimônia marcou a formatura dos alunos das turmas de padeiro da Padaria Escola da Firjan SENAI realizadas em parceria com o sindicato. O instrutor da Firjan SENAI, Weder Pereira, realizou oficinas para crianças onde a garotada aprendeu como se faz pizzas e cupcakes.

O empresário e diretor do Sindanf, Fernando Lemgruber, afirmou que o sucesso do evento vai garantir novas edições nos próximos anos. “Conseguimos criar um ambiente favorável para os visitantes e produtores. Agora serviremos de exemplo para outras regiões do estado do Rio que pensam em criar eventos semelhantes”, disse. A feira recebeu caravanas de Itaperuna, Campos, Petrópolis e Rio de Janeiro.

Os visitantes puderam conferir uma réplica da capela de Santo Antônio, na Praça do Suspiro, feita com pães e com quase três metros de altura. Outra atração foi a exposição com dados sobre a panificação, que somam cerca de 120 empreendimentos formais na cidade e mais de 1500 trabalhadores em Nova Friburgo, e curiosidades sobre o pão e sua história ao longo do tempo.

Apesar das palestras gratuitas, os participantes ainda fizeram a doação de 1 tonelada de alimentos não perecíveis que serão doados ao Lar Abrigo Amor a Jesus – LAJE.

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida