Portal Sistema Firjan
menu

Notícias

Educação

Escola Firjan SESI abre inscrições para Torneio de Robótica First Lego League

A competição, que propõe que estudantes criem robôs feitos com peças de Lego, receberá inscrições do Rio de Janeiro e de outros estados da Região Sudeste.

A competição, que propõe que estudantes criem robôs feitos com peças de Lego, receberá inscrições do Rio de Janeiro e de outros estados da Região Sudeste.Foto: Vinícius Magalhães

Tempo médio de leitura: ...calculando.

Publicado em 04/02/21 15:02  -  Atualizado em  04/02/21 18:06

O que fazer para tornar as pessoas mais ativas na região onde vivem, seja no campo, na cidade ou em qualquer outro lugar? Esse é o tema da temporada Replay de 2020/2021 do Torneio de Robótica First Lego League (FLL), que abre as inscrições para a etapa regional em 08/02 e encerra em 12/03. Realizado pela Escola Firjan SESI, a FLL é aberta para estudantes de 9 a 16 anos, de escolas públicas, privadas, ONGs ou de uma equipe de garagem – formada por um grupo de amigos sem vínculo escolar –, que queiram se candidatar na etapa regional. A competição, que propõe que estudantes criem robôs feitos com peças de Lego, receberá inscrições do Rio de Janeiro e de outros estados da Região Sudeste.

“O Torneio de Robótica First Lego League é um programa internacional de exploração científica, projetado para fazer com que crianças e jovens se entusiasmem com ciência e tecnologia e adquiram habilidades valiosas de trabalho e de vida”, explica Simone Caires, analista de Educação Básica da Firjan SESI, destacando ainda que, este ano, o torneio será realizado remotamente por causa da pandemia.  

Reunidos em times de dois a dez integrantes e liderados por dois técnicos adultos, os jovens têm como objetivo usar a imaginação e a criatividade para investigar problemas do dia a dia da sociedade moderna e buscar soluções inovadoras que contribuam para um mundo melhor.

Os temas são diferentes a cada temporada: em 2018, a questão era trazer soluções físicas ou psicológicas para as pessoas que estão no espaço; em 2019, a proposta era para cidades inteligentes: pensar numa solução para amenizar problemas das grandes cidades, ambientais econômicos ou sociais. Este ano, o tema trata de movimento e qualidade de vida, e todas as missões têm que estar relacionadas em como motivar as pessoas a se movimentarem no seu dia a dia. Os mais bem colocados serão selecionados para a etapa nacional.

O Torneio Internacional de Robótica envolve quatro categorias de avaliação: Core Values, Design do Robô, Desafio Robô (arena) e Projeto de Inovação.

O Projeto de Inovação é o momento da pesquisa científica, de trazer uma solução para o desafio da temporada. O grupo identifica um problema para resolver; cria uma solução para o problema da sua comunidade; compartilha suas ideias, aprende com outras pessoas e melhora a solução proposta a ser apresentada em um evento. 

O Core Values usa o trabalho em equipe e a descoberta para conhecer melhor o desafio, através de ideias originais para o robô, mostrando como a equipe e suas soluções terão impacto e inclusão. 
O Design do Robô compreende o tipo de montagem que a equipe fez, a mecânica do robô e a programação realizada para resolver as missões do Desafio do Robô. É preciso também explicar o que o robô vai fazer com base no código escrito. 

Desafio Robô (arena): onde a equipe vai colocar o robô em funcionamento para realizar as missões, além de projetar todos os acessórios que o robô utiliza nessas missões.

O Torneio Regional da FLL Replay está marcado para os dias 7 e 8 de maio e a etapa nacional está prevista para acontecer entre 28 e 30 de maio. Exclusivamente para a temporada deste ano, os integrantes da equipe precisam ter feito 16 anos até 01/01/2021. As inscrições dos grupos para o torneio remoto de robótica são gratuitas e podem ser realizadas por técnicos ou professores que tenham mais de 18 anos.

Inscrições 

As inscrições podem ser realizadas no Portal da Indústria.

 
Para Empresas
Competitividade Empresarial Educação Qualidade de Vida